sábado, 11 de julho de 2015

RESERVAS DE ÁGUA DO SEMIÁRIDO BRASILEIRO FORAM AVALIADAS PELO (DNOCS)

O Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) liberou ontem o balanço das reservas que envolvem 316 açudes de sua propriedade no semiárido brasileiro.

Segundo o setor de monitoramento da instituição, esses açudes estão com um volume total de água da ordem de 6,45 milhões de m³, ou 35% de sua capacidade de armazenamento, que é estimado em 22,5 bilhões de m³.

O Rio Grande do Norte tem o pior nível de acúmulo nos reservatórios, um total de 53, que detém reserva de apenas 13%. A Paraíba, com 42 reservatórios, vem em seguida com 15,8%, Pernambuco com 38 reservatórios, acumula 18,1% de volume.

No estado do Ceará, que concentra o maior número de açudes, 83, a situação é preocupante com apenas 19,5% de volume acumulado.

Em situação menos grave estão os reservatórios do Dnocs em Minas Gerais (6) com 31,7%, Bahia (33) com 34%. Alagoas (23) com 43,7% Piauí (25) com 48,7% , enquanto que os açudes do Maranhão (2) e Sergipe (11) estão com 60,3% e 68,1% respectivamente, apresentando um quadro mais confortável.

Redação do de fato



Nenhum comentário: