domingo, 5 de abril de 2015

ASSASSINOS IMPUNES


É muito fácil para quem apenas lê as estatísticas da criminalidade. Os efeitos da realidade andam muito longe dessas pessoas, felizmente a dor de uma vítima não pode ser sentida por todos. Um cidadão que apenas vive preocupado com os índices da violência, mas que ainda não faz parte do grande grupo de vítimas da guerra urbana de Mossoró, não sabe o quanto sofrem.

É preocupante ver como tudo isso está sendo aceito pela sociedade. Os crimes de homicídios estão se popularizando diante da falta de punição dos assassinos. Somente este ano, Mossoró já conta com 41 homicídios e vendo os números apresentados sobre todos os trabalhos da polícia, desde o início do ano de 2015, entre vários fragrantes, de diversos crimes, não aparece nem um preso por homicídio em  Mossoró.

Existe um pensamento bobo em parte da sociedade de não se importar por conta de que os homicídios só acontecem com pessoas que vivem no submundo do crime. Seja lá onde aconteça o crime, é um ser humano que não deveria morrer desta forma, é uma pessoa  que poderia ser meu mecânico, meu padeiro, meu vizinho, meu amigo, meu irmão, meu pai, e assim por diante. A vida humana deve ser respeitada, seja lá quem for.    

Por tanto, acredito que em breve venha acontecer  algo diferente na sociedade que desperte um pensamento mais adequado para essa situação que vivemos, onde a vida humana tenha uma atenção maior. O assassinato sempre foi o pior crime cometido pelo ser humano. A impunidade impulsiona os que têm instintos assassinos.

A mesma quantidade que temos de pessoas assassinadas, temos de assassinos soltos em Mossoró. E ou não é preocupante? Precisamos urgentemente colocar em primeiro lugar a vida das pessoas.

Nenhum comentário: