domingo, 8 de março de 2015

QUEM É CULPADO?

François Silvestre

O buraco na rua é culpa da Prefeitura, diz o Estado. A lagoa poluída é culpa do Estado, diz a Prefeitura. A insegurança nas ruas é culpa do governo estadual, diz o governo federal. A violência generalizada é culpa do governo federal, diz o governo estadual. 

 Apagão energético é culpa do governo federal, dizem os Estados. A falta de planejamento energético é culpa dos Estados, diz o governo federal. A falta de água no Sudeste é culpa do PSDB, diz o PT. A falta de água no Nordeste é culpa do PT, diz o PSDB.   O número incontável de homicídios é culpa da Polícia Militar, diz a Polícia Civil. A impunidade é culpa da Polícia Civil, diz a Polícia Militar.

A insegurança é culpa das duas polícias, diz o Ministério Público. A falta de inquéritos para punir homicidas é culpa do Ministério Público, dizem as duas polícias.   A soltura do bandido perigoso é culpa da Justiça, diz o Ministério Público.

A soltura do bandido perigoso é culpa do inquérito mal feito, diz a Justiça. A soltura do bandido perigoso é culpa da lei mal feita pelo Legislativo, diz o Executivo.

A soltura do bandido perigoso é culpa do Executivo, que não aparelha o sistema repressivo, diz o Legislativo.   Segurança é um problema dos Estados, diz o Governo Federal. Segurança é dever do Estado Federal, dizem os Estados. Insegurança é culpa da população, dizem as autoridades. Insegurança é falta de autoridades, diz a população.

 A insegurança se abastece na impunidade, diz a mídia. A mídia se abastece da insegurança para faturar audiência, dizem as autoridades.   A culpa das estradas abandonadas e mal cuidadas é da União, diz o governo estadual. A culpa das estradas abandonadas e mal cuidadas é do governo estadual, diz a União.

A culpa dos acidentes nas estradas esburacadas é dos motoristas, diz a Polícia Rodoviária. A culpa dos acidentes nas estradas abandonadas é da Polícia Rodoviária, dizem os motoristas.   A culpa dos hospitais mal cuidados e sujos é dos médicos e servidores da saúde, diz o governo.

A culpa dos hospitais abandonados e sucateados é do governo, dizem os médicos e servidores da saúde.   A culpa da falência da Educação Pública é do governo, dizem os educadores. A culpa da falta de educação pública é da ganância da educação privada, diz o governo.


A culpa da deseducação pública é do despreparo dos professores, dizem os pais de alunos.   A culpa da corrupção na Petrobrás é do passado, diz o governo presente. 

A culpa do rombo na Petrobrás é do petismo, dizem os do passado. “Só contei porque fiquei enojado”, diz o corrupto “arrependido” e “a culpa foi dos que me corromperam”.     A culpa é de quem? Nossa. Do preço do nosso civismo. Das manifestações de Junho, por vinte centavos. Cessado a aumento, morreu a beleza do movimento. Triste tempo, onde os dedos se cruzam uns apontando os outros, num jogo de lama suja, sem água e sem sabão. Té mais. 

Nenhum comentário: