domingo, 28 de dezembro de 2014

EM NATAL A LEI SECA TEM ALGO INCOMUM

O incomum é a polêmica gerada por pessoas inconformadas com a rigidez das operações comandas pelo tenente Styvenson Valentim que é o responsável pela aplicação da lei seca na capital do estado. Inúmeras declarações públicas de insatisfação, têm dado muito o que se falar sobre a atuação deste agente público que para muito é rigoroso na aplicação da lei seca.

Sua obsessão pelo trabalho tem custado caro tanto a ele mesmo como também à própria corporação, que acaba virando alvo de críticas e acusações de abuso de poder.

No meu intendimento, funcionário publico tem que ser neutro no momento de aplicar a lei, se o mesmo fantasiar muito sua profissão ele vai ser mal interpretado pela população e quem perde com isso e o órgão que ele atua. Acredito que isso é o caso do tenente Styverson.

São muito os que sonham em virar herói usando de forma paralela estruturas públicas, o que deixa as pessoas indignada. Ainda bem que  segundo o blog da Thaisa Galvão o tenente Styvenson foi proibido por seus superiores de dar entrevista para a imprensa sobre os episódios acontecidos envolvendo seu nome e a lei seca

Nenhum comentário: