quinta-feira, 13 de novembro de 2014

SUSPEITA DE ÓPTO POR H1N1 NO HOSPITAL TARCÍSIO MAIA

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), através da Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (Suvige), comunica que recebeu, nesta quarta-feira (12), a notificação de um óbito no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) com suspeita de H1N1.

A paciente, uma jovem de 19 anos, que terá a identidade preservada, deu entrada na unidade hospitalar no último domingo (9) vindo a falecer na segunda-feira (10).
O caso está sendo investigado pela vigilância epidemiológica do município de Mossoró, a quem compete à responsabilidade, sob o monitoramento da Sesap.

Uma amostra de secreção de nasofaringe foi coletada pela equipe do hospital e encaminhada ao laboratório de referência do Instituto Evandro Chagas, em Belém, no estado do Pará. O resultado dos exames sairá em no máximo 20 dias.

A Sesap esclarece que a suspeita da equipe médica foi baseada em sinais e sintomas detectados durante a tentativa de salvar a paciente, além do histórico apresentado por ela.
A Influenza A (H1N1) é uma doença respiratória aguda (gripe), transmitida de pessoa para pessoa, principalmente por meio da fala, tosse ou espirro e de contato com secreções respiratórias de pessoas infectadas.


A Sesap chama a atenção para as principais medidas de prevenção que são: lavar as mãos com água e sabão, especialmente após tossir ou espirrar; ao tossir ou espirrar, cobrir a boca com lenço descartável; não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal; lavar as mãos frequentemente e não levar as mãos sujas aos olhos, nariz e boca.

Nenhum comentário: