domingo, 6 de julho de 2014

O VOTO A PREÇO DE OURO

É muito dinheiro em jogo na política do Rio Grande do norte. Os partidos gastam milhões nas campanhas eleitorais para ocupar os cargos públicos e isso faz com que a democracia fique com um perfil  de patrimônio privado dos partidos.

Milhões são gastos com propaganda, muitas delas enganosa. Fotos bonitas, frases criadas em laboratórios da língua portuguesa, expressões teatrais, tudo para enganar o povo. E bem que engana! O dinheiro é usado para transformar político ruim, em santo, da noite para o dia.

Os projetos bons para o desenvolvimento são deixados para última importância, o objetivo dos candidatos é iludir os leigos com futilidades momentâneas, desde que isso aumente os votos da campanha.

O mais revoltante é que estes valores absurdos são aplicados em informações técnicas que visam somente engrandecer politicamente o candidato, mesmo que muitas vezes elas sejam falsas, dificultando assim o entendimento do eleitor comum de como funciona a máquina pública.

O que deixa também o eleitor meio confuso é como é feita a arrecadação deste montante de mais de 100 milhões que serão gastos pelos partidos no Rio grande do norte na próxima campanha. Quem paga a conta? Os políticos? As empresas? Se for as empresas quais serão seus lucros com estes patrocínios?
   

É muito dinheiro desperdiçado, até porque os candidatos são os mesmos há décadas, todos muito conhecidos do povo.

Nenhum comentário: