segunda-feira, 16 de junho de 2014

ROSALBA PERDE EM CONVENÇÃO E NÃO PODE MAIS SER CANDIDATA

Pedro Carlos 
Por 121 votos contra e 63 a favor, a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) não terá legenda para disputar a reeleição. Foi o que ficou decidido na convenção dos Democratas, na manhã/tarde de hoje. O resultado foi divulgado agora há  pouco por Manoel Pereira, secretário do diretório estadual do Democratas.

A votação apenas confirmou o que todo mundo esperava: a vitória da tese do senador José Agripino (DEM) de evitar a candidatura ao Governo, buscando coligações apenas na proporcional.

O dia foi recheado de muita polêmica e pressão. Rosalba chegou a discursar e pediu um voto de confiança nos deputados. Garantiu que faria coligações e que viabilizaria seu nome juridicamente - atualmente, Rosalba é inelegível por sentença da Justiça Eleitoral em primeiro e segundo graus.

Agripino defendeu a tese da proporcional por entender que não havia mais tempo para que o Democratas articulasse qualquer coligação que viabilizasse a eleição dos deputados - especialmente do seu filho, o federal Felipe Maia, único nome da legenda para disputar o cargo.

Ao final, o resultado da votação foi o seguinte:

Agripino (tese proporcional) - 121 votos

Rosalba (reeleição) - 63 votos

Votos nulo - 9

Em branco - 2

Abstenções - 48

Nenhum comentário: