quarta-feira, 13 de novembro de 2013

O SOLDADO JOSÉ GURGEL COMPRIU COM SEU DEVER

Em primeiro lugar quero me solidarizar com soldado José Gurgel pelo acidente de trabalho no qual foi vítima quando tentava ajudar os companheiros de luta que estavam em apuros.

Veja bem, no nosso país é tão comum a irresponsabilidade que quando um funcionário público cumpre com seu devido dever vira um herói.

As redes sociais estiveram ocupadas com as inúmeras declarações que intitulavam de herói o soldado José Gurgel lá da cidade de Apodi-RN por conta dele, mesmo não estando de serviço, ter saído de sua casa para ajudar os colegas que estavam em apuros em um tiroteio durante o roubo na agência do banco do Brasil.

Nada mais foi feito do que seu dever como um militar, infelizmente ele foi vítima de disparos durante o confronto, o que poderia ter acontecido com qualquer um que enfrentasse os bandidos.

O certo é que da forma como o caso é tratado dá pra se imaginar que ele não tinha dever algum de exercer seu papel de militar pelo simples fato de estar de folga.

Qualquer cidadão tem o dever sim de servir em determinadas situações quando se é necessário. Seja qual for sua profissão, temos que entender que a qualquer momento estamos sujeitos a abrir exceções dependendo da necessidade.

Talvez se ele tivesse se escondido ao invés de sair, as mesmas pessoas estariam o chamando de irresponsável.

Nenhum comentário: