quinta-feira, 11 de julho de 2013

SOBREVIVÊNCIA DE EMPRESAS DO RN CHEGA 71%

Cada vez menos empresas fecham as portas no Rio Grande do Norte antes de completar dois anos. Para cada cem empresas abertas, apenas 29 encerram as atividade nesse período.

 Enquanto a mortalidade reduz gradativamente, a taxa de sobrevivência dos negócios potiguares só aumenta e hoje é de 71%. Isso é o que comprova o estudo Sobrevivência das Empresas, divulgado nesta quarta-feira (10) pelo SebraeApesar de o aumento, o índice estadual ficou abaixo da média nacional, que é de 76%, mas se iguala à nordestina.

 O crescimento da taxa, que foi acompanhado por outras 17 unidades da federação, significa que mais empresas no estado estão superando as dificuldades de se iniciar um negócio.

Nenhum comentário: