terça-feira, 2 de julho de 2013

FIM DA CORRUPÇAO, DEPOIS A REFORMA

O que será que está gerando estes protestos? Muito difícil de identificar os principais motivos para tanto movimento. Na minha opinião são muitos os motivos, mas a corrupção é a principal causa disso tudo.

O brasileiro perdeu a paciência com o comodismo da classe política que não procura medidas para pelo menos diminuir essa cultura imunda da corrupção. Quando falamos na corrupção, lembramos apenas dos corruptos grandes, mas vejo uma epidemia que afeta nosso país em todas as camadas, e isso não está dando mais para ser suportado pelos brasileiros sofridos que são desrespeitados Brasil a fora.
      
Em quase todas as repartição públicas a corrupção está presente, os funcionários públicos viciados não cumprem suas tarefas e não são punidos. Aqueles que precisam e sabem como funciona o jogo sujo, ainda conseguem algo, os que não sabem sofrem bem mais.  

O povo sofre com os desmandos em tudo, paga seus impostos, mas na hora de ser beneficiado não encontra quem resolva seus problemas. Vou citar uma comparação que, para muitos, pode ser um absurdo em comparar manifesto com coisa tão simples, mas eu vejo como parte da indignação das pessoas.

Aqui em Mossoró, a CAERN desafia a população com a má qualidade dos serviços, esgotos jorrando água podre nas portas das pessoas e essas pessoas não têm a quem reclamar, um simples buraco no meio da rua passa anos para ser consertado, e diante disso, nenhum responsável é punido.

A segurança pública é outra, os pequenos comerciantes sofrem sem ter para quem apelar, não têm mais a confiança na polícia, e todo cidadão sabe que os coronéis, os comandantes, os polícias, estão sendo pagos e caro, pelo serviço que não está sendo feito. 

O país convive com greves interruptas, os sujeitos fazem greve para ganhar mais, e os dias não trabalhados são pagos da mesma forma. Isso também é corrupção.      

Isso gera revolta. Isso tem que mudar. O povo está certo. O povo quer melhor atendimento, mais respeito. Não é justo existir justiça só para os ricos, isso também é corrupção. Enquanto o rico é atendido as pessoas pobres ficam com a sede de justiça, e muitos no desespero fazem justiça com as próprias mãos e se tornam mais um presidiário, ou seja, ele assumem toda culpa de um estado que não cumpriu seu papel.
    
Não acredito em nada de bom com reforma política, ela pode até melhorar em alguns pontos, mas em nada que nos sirva de imediato e que venha atender nossos anseios. Temos que mudar é a forma de cuidar das pessoas. Dá com igualdade nos atendimentos públicos, que aquelas mães que tem seu filho assassinado veja o assassino preso.


Acredito que se o Brasil encarasse de forma dura, todas as veias da corrupção, o brasileiro teria melhor escola, melhor segurança, saúde e conseqüentemente seria um passo enorme no caminho para um país de primeiro mundo. Portanto, esse é meu ponto de vista, os políticos têm que consertar este país.
  

Nenhum comentário: