terça-feira, 23 de abril de 2013

DOMÉSTICA É LUXO.LUXO, É CARO.


Depois de ouvir inúmeras criticas sobre a nova lei que dá igualdade nos direitos trabalhistas das empregadas domésticas, resolvi expor minha opinião sobre esse assunto. Em primeiro lugar, quero dar meus parabéns pela conquista a todas empregadas domésticas, em especial àquelas da terra de Santa Luzia.

Nada mais do que justo, elas merecem. Não venham me dizer que elas perderam com isso, muito pelo contrário, ganharam. Têm aqueles que acreditam que o serviço de doméstica vai ser extinto por faltar quem as contrate, eu duvido que isso aconteça. Só tem empregado aqueles que podem, os que não podem, não pagavam com dignidade suas empregadas, esses empregadores não farão falta a elas. A lei só valoriza o que já deveria ter valorizado há décadas.

Quem não puder ter o luxo de ter uma empregada em casa, vai ter que se contentar com uma diarista. Chega de tanta humilhação a essa categoria, sem radicalizar, pois sabemos que existem muitos patrões que zelam dos seus empregados, só que, a maioria maltrata essas mulheres, exploram seu suor, querem ter luxo, com pouco dinheiro.

A carga horária sempre foi a pior inimiga das empregadas domésticas. Muitas delas tinham que dormir no trabalho, ou seja, viver no ambiente de trabalho, como uma escrava, isso é justo? Enquanto a “Madame” ganha muito e trabalha pouco, a empregada ganha pouco e trabalha muito.

Agora é diferente, se for cumprida a lei, que é outro desafio a ser vencido, elas só irão trabalhar 8 horas por dia, 48 horas semanais. Vale lembrar que o intervalo para almoço não conta na carga horária, se a empregada chegar no trabalho às 7h, trabalha até às 11h, tem um intervalo de uma hora para o almoço e começa às 13h para quando for às 17h ela voltar pra casa.Passou disso e hora extra.

Desta forma a empregada doméstica vai poder organizar melhor sua vida, sua casa, e sua família. 

Nenhum comentário: