sábado, 27 de abril de 2013

COMO SERÁ O AMANHÃ?


Impossível de se imaginar o rumo que tomará nossa vida. O mundo gira há cada dia mais rápido, uma enchente de informações invade a vida das pessoas, o excesso é tão grande que nos dá impressão de dias mais curtos. O tempo passa rápido, dá até para se imaginar que, uma década virou um ano.

Testemunhamos um período de muita dúvidas, dúvidas em quase tudo. São muitas as teorias descartadas e no lugar delas, muita dúvida, não temos a certeza de nada. Não somos capazes de prever o dia de amanhã.

A cada dia que passa, somos surpreendidos com acontecimentos sinistros. Levantam-se entre nós grupos de pessoas com idéias absurdas, inconformados por serem  minoria, se rebelam contra a sociedade, porque querem que todos aceitem seus caprichos radicais. Enquanto isso só observamos, e os grupos de rebeldes sequem atropelando os bons costumes que nos trouxeram até aqui.

Nesse exato momento vemos uma sociedade acuada por essa minoria, como fôssemos um pai que sempre apela para o diálogo diante da rebeldia do filho. Corruptos, ladrões, assassinos e traficantes de drogas, são os principais agentes da força do mal.

A fonte que alimenta o homem de fé, parece está se esvaziado, pressionada pela enchente de informações. A religião perdendo espaço para a violência, sem fé o homem fica feroz, esquece que o amor é a plataforma sustentadora de uma vida feliz. 

Nenhum comentário: