quarta-feira, 17 de abril de 2013

AOS 18 ANOS EU PENSAVA COMO CRIANÇA, FIQUEI ADULTO AOS 25



Maior idade penal. Este assunto é debatido diariamente no nosso país, segundo informações, foi feita recentemente uma pesquisa na cidade de São Paulo e a mesma constatou uma aprovação recorde por  mudanças das leis do menor de idade.

Acredito que a maioria dos que aprovam mudanças nas leis no sentido de diminuir a maioridade penal para os 16 anos , ainda não teve acesso aos argumentos  contrários a essa ideia. No meu entendimento, o que precisamos, na verdade, é fazer com que se cumpram as leis existentes no nosso país, isso sim eu concordo.

Os que aprovam as mudanças parecem não perceber que o menor infrator já recebe punições. É normal ver pessoas falando que o menor pode tudo, claro que não pode. Todos são punidos. Os menores infratores sofrem nas mãos de carrascos da sociedade.

O mesmo órgão que fez essa pesquisa em São Paulo, poderia fazer outra com objetivos diferentes, ouvir os menores infratores e mostrar para sociedade a realidade destes jovens, quem são eles, e os motivos deles hoje viverem desta forma.

O caminho certo para a diminuição da violência é a educação de uma geração desde os primeiros passos, um investimento em longo prazo com garantia de retorno em abundância.

Não podemos cobrar entendimento pleno de quem nunca teve o mínimo.




Nenhum comentário: