quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

CUIDADOS QUE DEVERÃO SER POSTOS EM PRÁTICA EM MOSSORÓ


A tragédia de Santa Maria que vitimou de forma fatal 235 pessoas em uma boate, desperta em todo o Brasil um sinal de alerta. Aí eu pergunto: Será que Mossoró está preparada no sentido de prevenir para que não aconteça uma catástrofe desta natureza?

Sabemos que para muitos acontecimentos inesperados tudo é possível, isso torna-nos vulneráveis às tragédias imaginárias. O que não podemos é ser  irresponsáveis, ver o problema, conhecer os riscos e não fazer com que seja resolvido.

Vou citar alguns pontos em Mossoró que considero vulneráveis à tragédias, uns muito simples outros mais complexos:  Aglomeração de pessoas sobre a ponte do rio Mossoró nos dias de comemorações na decida do Alto de São Manoel ; arquibancadas montadas para milhares de pessoas, como acontece todo ano na Arena Odete; dias no período do Mossoró Cidade Junina como também estes camarotes montados para festas onde muitas vezes presenciamos  superlotações. Outro ponto que preocupa Mossoró são os edifícios. O corpo de Bombeiros de Mossoró é preparado para um possível incêndio em um arranha céu desses?

Esses problemas citados são todos muito conhecidos e simples de serem corrigidos, basta só que as autoridades façam com que os meios de fiscalização trabalhem de forma séria, seguindo todas as regras.

Outro problema, esse mais difícil de ser resolvido, que aliás, não temos como resolver, apenas prevenir, é uma possível tromba d’água que quebre a barragem Armando Ribeiro, em Apodi. Se isso vir a acontecer um dia, os estragos em Mossoró serão assustadores.

Nenhum comentário: