quarta-feira, 23 de maio de 2012

POLÍTICA SEM CREDIBILIDADE.


São muitos os brasileiros que não confiam mais em política, acreditam que andamos em círculo por conta de se repetir a mesma coisa de sempre, na época da campanha aparece um monte de homens ricos, demonstrando serem populares, apertando a mão de todo mundo, dando abraços e acabam enganando o povo com promessas. Depois da campanha tudo é esquecido.

Isso não é justo, podemos dizer que se trata de um crime de estelionato, só que não dá em nada. Os políticos mesmo sabendo que não podem fazer, prometem. O povo vota na esperança de que algo melhore, mas depois do voto, nada é cumprido.

Muita coisa tem que mudar na política brasileira, acredito que ainda vai chegar o dia de acreditarmos nos políticos, mas para isso é preciso que se faça logo a reforma política, ela será o primeiro passo para resgatar a confiabilidade da população.

O maior entrave no processo democrático do Brasil é a permanência de herdeiros políticos no poder, eles não deixam a reforma política sair por saberem que perderiam o trono.

Outro ponto fraco na democracia do Brasil é o fortalecimento dos partidos, porque tudo fica dependendo de negociações entre eles, até mesmo a escolha de candidatos. Aqui em Mossoró estamos passando por essa situação, a candidatura de Josivan Barboza, do PT, dependendo de ordens do diretório Nacional, ou seja, gente lá “dos cafundós do brejo” ditando regras aos eleitores mossoroenses.

O povo de Mossoró é quem sabe o que é melhor para Mossoró, não o povo do Rio de Janeiro, Brasília ou São Paulo. Fica uma situação complicada, quem quer votar no Candidato preferido não pode, fica obrigado a fazer os gostos do partido liderado por um líder lá na “Caixa Bozó”, que não sabe nem onde é Mossoró.

Nenhum comentário: