quinta-feira, 29 de março de 2012

POLÍTICOS PARECEM APOIAR PREÇO ALTO EM MOSSORÓ.

A prefeita de Mossoró, Fátima Rosado do DEM, enviou à câmera municipal de Mossoró um projeto para modificar o código de obras do município para proibir a construção de postos de combustíveis próximos aos supermercados da cidade por perceber intenções dos donos dos mesmos em trabalhar com combustível.

Caso seja aprovada, Mossoró perde a oportunidade de ter um concorrente no setor, em Natal, por exemplo, foi feita a instalação de um posto de combustível no Atacadão, e deu certo, está sendo vendido o produto mais barato pressionando a concorrência.

O problema é que os mossoroenses sofrem com um cartel existente nos postos de combustíveis, onde a diferença de preço entre eles é de apenas um ou dois centavos por litros.
 
Os argumentos usados para pedir a proibição são de que o objetivo é para proteger a iniciativa privada local, mas se é assim, como se explica a vinda do Atacadão alto serviço, que ao chegar quebrou vários varejistas, caso que nunca foi citado? Será que os donos de postos de combustíveis são mais merecidos que os comerciantes varejistas de Mossoró?

Quem será beneficiada com concorrência é a população, sem a concorrência, quem se beneficia é uma dúzia de exploradores que deveria trabalhar melhor suas ofertas. No comércio ninguém obra milagre, vendem barato porque dá para vender.

Nenhum comentário: