sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

REVOLTANTE: A OMISSÃO DE SOCORRO MÉDICO.


Em visita ao site “O Câmera” me deparei com a notícia de um fato no mínimo absurdo, estúpido, e revoltante.  A informação é de que um rapaz foi vítima de um capotamento na quinta-feira, 18 de dezembro, na BR 405, precisou dos cuidados médicos do Hospital Regional Tarcisio Maia e não foi atendido porque o médico alegou ter terminado o seu expediente e se negou a atendê-lo, por conta disso, o rapaz morreu por falta do atendimento.

A vitima foi Ubiraci Moura de Oliveira, de 35 anos, de acordo com a informação, ele chegou  no HRTM por volta de 18 horas e 30 minutos, o médico de Plantão,   não o atendeu porque já estava terminando seu expediente. A direção do hospital ainda tentou sensibilizá-lo, mas não teve acordo com o médico.

Se os fatos aconteceram desta maneira, é lamentavelmente e não tem mais o que fazer para recuperar o estrago cometido, mas a direção pode se prevenir para não se repetir com outra pessoa. Um médico que não tem compromisso de salvar vida e trabalha só por amor ao dinheiro, não serve para trabalhar em hospital público.



As leis existem, mas o acesso a elas é muito complicado e os culpados ficam impunes por uma barbárie desta natureza. As famílias é que ficam com a sede de justiça por tamanha humilhação. Veja a matéria completa aqui:

Nenhum comentário: