segunda-feira, 8 de agosto de 2011

ASSALTO NA CLÍNICA

Relato de uma vítima de assalto que estava em uma clínica médica esperando uma consulta no último sábado.

“Eu vi a hora morrer, o homem colocou a arma mesmo aqui”, - e apontou para seu peito -, “dois homens chegaram em uma moto pop preta, entraram na clínica com um revólver preto na mão, dizendo que era um assalto, o que  veio  em minha direção estava de camisa regata preta com um calção sujo e um chinelo Kenner lilás, com uma pulseira de tecido  a  arma parecia ter sido raspado o cabo.

O outro estava de camisa de botão, branca, todos dois muito brutos com as pessoas, chamando-as de vagamundos e ameaçando matar quem não entregasse logo o que tinha. Os mais agredidos foram os atendente, os assaltantes empurraram eles diversas vezes ameaçando matá-los.

Foram para cima do meu neto que estava como meu acompanhante, mandaram ele passar o dinheiro, ele disse que só tinha o cigarro e o celular, mas mesmo assim foram nos bolsos dele e pegaram 700 reais que ele tinha para pagar uma conta.

Tomaram tudo do povo, só não entraram onde ficam os médicos, mas quem estava na sala de espera perdeu tudo que tinha, dinheiro, celular, jóias, colocaram tudo dentro de um saco verde e foram embora.

Fiquei com muito medo, por sorte minha pressão não subiu, nem me consultei mais, vim embora e ainda estou doente do medo que tive.”

Nenhum comentário: