quinta-feira, 26 de maio de 2011

XANIM, XANIM, XANIM

Como são inofensivos os gatinhos. Sempre que vejo um xaninho novo longe de sua mãe me dá dó por ver sua fragilidade. Todos eles são iguais, na maioria das vezes quando eles percebem a presença de um humano, vêm em nossa direção com miados de quem está pedindo ajuda.

Não se comover é quase impossível, o pior é que as pessoas malvadas maltratam os bichinhos, sem a mínima necessidade, simplesmente para se verem livres dos carinhos que eles fazem nos nossos pés, é muito difícil entender a nossa espécie.

Nenhum comentário: