domingo, 17 de abril de 2011

O HOMEM DE BEM, ARMADO, SÓ FAZ MEDO AO BANDIDO

É impressionante o tanto de gente que pensa que o desarmamento do cidadão de bem é o caminho certo para diminuir a violência. Não entendo tal pensamento, o cidadão não é o bandido ele não vai usa arma para mata inocentes ou assaltar banco.

Por outro lado não vão faltar armas para os bandidos, porque pelo mesmo caminho que vêm as drogas vêm as armas. Porque não acabam com o crack? Que por causa da pedra 
o país está contaminado de dependentes de drogas?

Porque não fazem um plebiscito para saber se os brasileiros são contra o comércio de drogas no nosso país? Todos nós aqui sabemos que o sim ganharia com maioria absoluta, só não sabemos é se eles conseguiriam impedir o tráfico de drogas.


Outro argumento que não me convence, é de que os estressados armados matam por impulso, os estressado
 já matam todos os dias no trânsito, um carro é muito pior que uma arma de fogo, e todo doido dirige. Tudo isso é relativo, o que não pode mesmo é os homens se esconderem dentro de casa, acuados, com medo de uma minoria que decidiu viver no mundo do crime.

O homem que usar sua arma para cometer um crime que seja julgado e punido, pague pelo seu erro. O que não pode é nós
 perde é a nossa liberdade e o direito de se defender dos inimigos. Para finalizar o texto deixo uma pergunta: O que seria da abelha se não fosse o seu ferrão?

2 comentários:

edmilson disse...

Sou Potiguar da cidade de Alexandria, parabenizo-o pelas sua palavra que traduziram o meu sentimento.

edmilson disse...

Sou Potiguar da cidade de Alexandria, parabenizo-o pelas sua palavra que traduziram o meu sentimento.