sexta-feira, 5 de novembro de 2010

A UOL DESTACOU A BELEZA DA PRAIA DE GALINHOS NO RIO GRANDE DO NORTE.

Vejá a matéria:
Quem chega a Galinhos (RN) tem a sensação de que o tempo parou. O mar calmo quase sem ondas, o vento que move lentamente as dunas e a rusticidade local criam a atmosfera bucólica dessa região quase isolada do litoral potiguar, ainda pouco explorada pelo turismo.

Galinhos é um pequeno vilarejo de pescadores que está a 160 km da capital do estado, Natal. Com pouco mais de dois mil habitantes, a região é favorável para a pesca e concentra muitos cardumes de peixe-galo, mas de pequeno porte, daí o motivo de o município ter recebido o nome de Galinhos. Até 1973, o povoado pertencia a São Bento do Norte, e, no período colonial, as terras foram propriedades do padre jesuíta João de Melo, superior da Aldeia de Guajiru.

Quem pisa nas areias de Galinhos, em geral, é o visitante que ‘garimpa’ por locais rústicos, sem badalação, sem alta gastronomia e que não se importa de deixar o carro do outro lado da península, atravessar de barco um pequeno braço de mar e caminhar por ruas de areia para curtir praias quase desertas e dunas. O sossego do povoado foi interrompido quando em agosto do ano passado o local serviu de locação para os capítulos iniciais da novela da Globo ‘Cama de Gato’. Passado isso, a paz voltou a reinar.

E foi essa tranquilidade que encantou europeus, em especial os franceses, donos da maioria das opções de hospedagens de lá. Sylvie Fleury é parisiense e há quatro anos construiu uma pousada em Galinhos. “Gostei daqui porque não tem agitação de local turístico e o clima é agradável o ano todo”, declarou.

Como sol e vento nunca faltam por lá, graças à localização geográfica, Galinhos é pico para kitesurf. “De julho a fevereiro, os ventos estão fortes e regulares e também quase não chove”, explica o português Edgar Gonçalves, proprietário de uma escola de kitesurf, que desde 2007 mora neste pedaço do litoral do Rio Grande do Norte.

Nenhum comentário: